PRIVILÉGIO                    

( Marcos Assumpção) 

 

 

Às vezes fico imaginando como seria não trabalhar com arte. Bancário talvez, ou professor de química, dentista , delegado.Ou até mesmo trabalhar em um escritório das 8 às 17 horas. A verdade é que não existe nada melhor do que fazer aquilo que a gente gosta. Não importa o quê. Importa é a satisfação pessoal. Aliviar a alma. Não conseguiria fazer nada além do que faço, pelo simples motivo que adoro o que faço. E ponto.

É um privilégio, assim como são privilegiados os que fazem aquilo que gostam. Nada deve ser tão ruim quanto trabalhar naquilo que não se gosta. Tédio.

Sou um privilegiado mesmo, e agradeço por isso.

Não sei porquê resolvi escrever sobre essa questão. Talvez pelo fato de que já passa de 1 da manhã e acabei de ler um livro de biografia e fotos raríssimas de Florbela Espanca.

Hoje terminei também uma letra nova, amanhã tento

musicá-la, porque agora vou assistir ao dvd do Paulinho da Viola, que aliás, nos faz sentir mais privilegiados ainda por nos abençoar com suas canções maravilhosas.

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Homem

 
    Visitante número: